Bem-estar

11 dicas para facilitar a vida e parar de gemer


Muitas vezes, alguém está chocalhando e, é claro, é culpa de outros, dos filhos ou da esposa. Em um livro cheio de humor e bom humor, "Paro de reclamar sobre meus filhos (e minha esposa)", a treinadora Christine Lewicki e sua irmã Florence Leroy nos dão dicas para encontrar serenidade.

E se parar de gemer era mudar seu estado de espírito primeiro? Para terminar com os pequenos problemas que se transformam em drama para um sim ou um não com as crianças. Aqui estão 11 dicas para encontrar uma vida familiar mais pacífica e se livrar desse hábito poluidor.

1- Semeando pequenas mensagens de instruções

  • Em vez de repetir e desperdiçar sua energia desnecessariamente, escreva pequenas mensagens onde você tem instruções a dar. Por exemplo, acima do interruptor no corredor, um post-it discreto com a inscrição "apague a luz" evitará que você repita que deve ser extinto. Mas não vamos esquecer que repetir moderadamente também faz parte do papel dos pais. Tudo não é adquirido na primeira vez em que você é criança.

2- Organize a casa para simplificar a vida

  • Queremos que todos participem em casa? Então, vamos tentar organizar os locais para facilitar as tarefas de todos. Por exemplo, coloque lixeiras sujas em cada quarto e cores diferentes para os mais pequenos se encontrarem lá. Ainda criamos um manual simplificado da máquina de lavar para crianças mais velhas.

3- Use uma "tabela de emoções"

  • As emoções não são controladas, elas fazem parte da vida cotidiana. Desenhe em uma folha de rostos (smileys pequenos), cada um mostrando um humor diferente, nomeie-os e exiba-os na geladeira. Ao lado, em outra folha, escreva as diferentes necessidades que todos podem experimentar. Por exemplo "Eu preciso de abraços". De manhã, todos marcarão as caixas correspondentes ao seu humor e à sua necessidade. O diálogo será mais fácil, e esse conhecimento das emoções de todos incentivará a discussão na família.

4- Converse sobre o que gostamos

  • Aproveite o tempo para ouvir seu filho e conversar com ele sobre o que o leva, apaixoná-lo. Ele se sentirá reconhecido e terá menos dificuldade em aceitar as várias tarefas que deve executar durante o dia. Não há necessidade de gemer.

1 2 3